Economia biturunense ganha reforço de R$ 382 mil através do auxílio emergencial Comida Boa

06 de maio de 2020Texto: Comunicação PMBSecretaria de Desenvolvimento Social e Comunitário

Nesta quarta-feira (6) o prefeito de Bituruna, Claudinei de Paula Castilho, recebeu os cartões do auxílio emergencial Comida Boa, do Governo Estadual. A entrega foi feita pelo chefe regional da Seab (Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento) Carlos Alberto Rasera e chefe regional da Sejuf (Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho, André Luiz Aleixo. São 2.552 cartões que vão injetar na economia biturunense R$ 382.800,00 nos próximos 90 dias.

O auxílio emergencial Comida Boa será gerenciado em Bituruna pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Comunitário. De acordo com a secretária da pasta, Adriana Nhoatto, primeiro a equipe fará uma capacitação. “Após a equipe passar por capacitação de como será a operacionalização informaremos como será feita a entrega e quais os estabelecimentos que vão receber o cartão, que serve, exclusivamente, para compra de alimentos”, explica. O Cartão Comida Boa é um voucher com Código QR impresso, vinculado ao CPF do beneficiário no valor de R$ 50,00 mensal por pessoa. A lista dos contemplados será enviada pelo Governo do Estado seguindo os pré-requisitos estabelecidos também pelo Estado.  

O Comida Boa será destinado aos enquadrados nos seguintes pré-requisitos:

- Maior de 18 anos (à exceção de mães adolescentes);

- Ter renda familiar mensal per capita não superior a meio salário mínimo e renda familiar que não passe de três salários mínimos;

- Inscritos no CadÚnico;

- MEI, contribuinte individual do Regime Geral da Previdência Social (RGPS) e trabalhador informal de qualquer natureza (que deverá também assinar uma autodeclaração de que está enquadrado nos requisitos do programa);

*Não estão incluídos no cálculo da renda familiar os rendimentos do Programa Bolsa Família.


 
Compartilhe:

Prefeitura Municipal de Bituruna 2020. Todos os Direitos Reservados.