Conseg, empresários, poder público e polícias militar e civil debatem melhorias na segurança pública em Bituruna

25 de novembro de 2019Texto: Comunicação PMBPrefeitura de Bituruna

O Conselho Comunitário de Segurança (Conseg), com apoio da Prefeitura de Bituruna, realizou uma reunião para debater sobre a segurança pública no município. Estiveram reunidos na Câmara de Vereadores, o presidente do Conseg, Odinei Lopes, junto de membros do conselho, o prefeito de Bituruna, Claudinei de Paula Castilho, o comandante do 27° Batalhão da Polícia Militar, Tenente Coronel Renato dos Santos Taborda, o chefe da 4ª Subdivisão Policial, delegado André Vilela, todos os nove vereadores, presidentes e membros das associações de moradores, empresários e representantes de entidades. Foram debatidas sobre ações conjuntas, envolvendo as polícias, a comunidade e o poder público visando obter melhorias para a segurança pública de Bituruna.

O prefeito Claudinei destacou alguns avanços já conquistados. “O município já conta com 34 câmeras que fazem parte do ‘Bituruna Mais Segura’. As últimas foram colocadas no Distrito de Santo Antônio do Iratim, que ainda não era atendido. Em breve vamos ampliar no bairro São João e no trevo do bairro Nossa Senhora Aparecida”. Além disso, o prefeito adiantou que a demanda do Conseg que solicitou uma pessoa para monitorar as imagens, será atendida. O novo servidor começa a atuar no começo de dezembro. Atualmente as imagens são armazenadas e solicitadas pelas autoridades policiais após alguma ocorrência.

Entre as sugestões dadas durante o debate, algumas partiram do Tenente Coronel Taborda. “Sabemos que há quem tenha receio de realizar denúncias por medo de retaliações, mas a colaboração da comunidade é fundamental para ajudar nas investigações. E, as denúncias são anônimas. Outro ponto importante que pode ser explorado é o ‘vizinho solidário’. Um grupo onde os moradores de um bairro podem conversar entre si caso percebam alguma movimentação suspeita e nesse grupo pode conter policiais e membros do Conseg”, exemplifica. O delegado André Vilela parabenizou a iniciativa da comunidade em promover reuniões como essa e também deu sua colaboração. “Estamos buscando que o monitoramento das tornozeleiras eletrônicas seja regionalizado, para que os policiais possam acompanhar quem está em sua região sem precisar passar pela central estadual”.

Vereadores, empresários e demais presentes também contribuíram com o debate, falando sobre segurança no setor de trânsito, como um estudo para instalação de equipamento de monitoramento de placas de veículos, e o concurso regionalizado para a contratação de policiais, evitando a evasão de servidores na região após as formaturas.


 
Compartilhe:

Prefeitura Municipal de Bituruna 2019. Todos os Direitos Reservados.