Prefeitura de Bituruna oferece tratamento de psicologia e fonoaudiologia para alunos da rede municipal

17 de março de 2016Texto: Comunicação PMBSecretaria de Educação e Cultura

A Prefeitura de Bituruna, através da Secretaria de Educação e Cultura, oferece aos alunos da rede municipal de ensino atendimento de psicologia e fonoaudiologia no Centro Municipal de Atendimento de Especialidades. O objetivo é realizar o acompanhamento e tratamento das crianças que apresentam dificuldades de aprendizagem, transtornos, síndromes e aspectos comportamentais que atrapalham no desenvolvimento escolar, além do desenvolvimento da fala em caso de problemas com a pronuncia dos fonemas. O atendimento é gratuito e também é oferecido o transporte dos alunos da escola até o centro e vice-versa.

De acordo com a psicóloga, Daiane Irschlinger Baniski, as crianças são encaminhadas pela escola. “Os professores detectam as dificuldades dos alunos em sala de aula e enviam uma solicitação para a Secretaria de Educação que coloca as crianças em uma fila de espera. É feita uma triagem e casos urgentes tem preferência no atendimento”. Daiane explica ainda que a família também acompanha o tratamento e a primeira consulta conta com a presença dos pais ou responsáveis. “Às vezes é necessário que, além da orientação dos profissionais do centro e da escola, os pais também observem e ajudem com o tratamento em casa”, completa.

Os alunos recebem alta após apresentarem melhorias junto aos profissionais do centro, da escola e na família. “Mantemos um diário de evolução da criança em parceria com a escola, e algumas vezes com as mães, para avaliar se o progresso que estão tendo no centro já está sendo efetivo na escola para que haja a liberação do tratamento”, conta a psicóloga. A fonoaudióloga, Vanessa Cristine Machado Silva, conta que também são feitos encaminhamentos para consultas e exames médicos. “Avaliamos a dificuldade de fala, leitura de escrita, pronuncia dos fonemas e problema com troca de letras. Caso seja necessário também pedimos exames de audição e consulta com neuropediatra”.

O Secretário de Educação, Gerson Lanzarini, conta que são atendidas crianças de todas as idades. “O maior número de casos está entre os alunos de 7 a 12 anos, mas há crianças desde o Cmei [Centro Municipal de Educação Infantil] até o nono ano”, destaca. Caso os pais notem que seus filhos precisam de tratamento de psicólogo ou fonoaudiólogo, devem procurar a escola que fará o encaminhamento. As profissionais do Centro de Atendimento de Especialidades também realizam avaliação do nível da criança e se for detectado que há dificuldade de aprendizado sem interferência de aspectos emocionais, o aluno é encaminhado para a sala de recurso multifuncional e será acompanhado pelos professores em sua própria escola.


 
Compartilhe:

Prefeitura Municipal de Bituruna 2018. Todos os Direitos Reservados.