Crédito de baixo custo fortalece empreendimentos em Bituruna

01 de julho de 2015Texto: ---Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo

Durante muitos anos, Joacir Karatchuk trabalhou em laboratórios da indústria madeireira e em empresas de tratamento de água na região Sul do Paraná. Decidiu ter um negócio próprio e resolveu abrir uma mercearia no município de Bituruna, na beira da rodovia PR-170, que liga Guarapuava a General Carneiro.

 “Foi um plano de coragem. Deu medo”, conta. Sem ter o dinheiro todo que precisava para construir a mercearia, Karatchuk recorreu à Fomento Paraná. “Fiz um FINANCIAMENTO na Fomento para construir a estrutura. Não tinha recursos para começar”, explica. “O FINANCIAMENTO saiu ligeiro e o negócio deu certo, e muito RÁPIDO. Agora está indo de vento em popa”, comemora.

Com o espaço montado, o empreendedor passou a comercializar quase de tudo. Vende produtos coloniais, como erva-mate, vinho e mel, além de produtos da região, como carvão, sorvetes e salgadinhos. Com retorno rápido e bom, Karatchuk já projeta os próximos passos. “Espero buscar outro crédito para ampliar. Quero construir um espaço maior, com lanchonete, porque aqui já ficou pequeno”, planeja.

FATURANDO – O comerciante Clésio Luiz Ganzer, proprietário de um restaurante na mesma cidade, quase desistiu do empreendimento, há cinco anos, quando estava começando. “Foi muito difícil. Por pouco não fechamos as portas”, lembra ele.

A orientação para INVESTIR em melhorias no comércio foi da agente de crédito da Fomento Paraná no município, Nadia de Bastiani. “Oferecemos as linhas de crédito para o Celso comprar um buffet novo, comprar utensílios e fornos novos, renovar o restaurante”, lembra Nadia.

 “O financiamento ajudou a dar o pontapé inicial da reforma”, concorda Ganzer. Depois de renovado, o empreendimento passou a atrair novos clientes. “Atualmente, servimos até 70 refeições por dia na hora do almoço. No início eram quatro ou cinco”, diz o empreendedor. Agora o restaurante também oferece pizzas nos fins de semana. “Chegamos a vender 500 pizzas por mês”, afirma.

Com a melhora do restaurante, a família já colhe os frutos no dia a dia. “Compramos um terreno e construímos uma casa com piscina. Hoje temos dois carros. O faturamento nunca parou de crescer. Agora é quatro vezes maior que no começo, mas ainda está crescendo”, celebra Ganzer. O restaurante sustenta a família dele e de mais três funcionários.

Pensando no futuro, o empreendedor quer que o negócio cresça ainda mais. E com apoio da Fomento Paraná. “Vamos construir um restaurante num imóvel próprio. Se precisar de crédito, busco de novo na Fomento”, encerra ele.

AVANÇOS NO CRÉDITO – Desde 2011, a Fomento Paraná firmou mais de 10 mil contratos de microcrédito [operações de até R$ 15 mil] e liberou quase R$ 100 milhões de reais em operações desse tipo. Com isso, milhares de micro e pequenos negócios cresceram e se fortaleceram no Estado.

No total, envolvendo todas as operações, a instituição financeira estadual firmou mais de 12,2 mil contratos e liberou R$ 242,4 milhões de reais para apoiar empreendedores da indústria, do comércio e do setor de serviços, além de pequenos agricultores, em todas as regiões do Estado.


 
Compartilhe:

Prefeitura Municipal de Bituruna 2018. Todos os Direitos Reservados.