Professora Suely Coelli de Bituruna é destaque no Jornal Gazeta do Povo

18 de fevereiro de 2015Texto: Gazeta do PovoSecretaria de Educação e Cultura

O Secretário de Educação e Cultura professor Gerson Luis Lanzarini destacou parabenizou a professora Suely Goretti Rubbo Coelli por toda a sua luta pela educação nestes 33 anos de dedicação e amor que são motivo de inspiração e motivação a todos os profissionais.

“São exemplos assim como a da professora Suely que devemos seguir, pessoas que nos deixam um legado de conhecimento e profunda riqueza de amor ao próximo”, disse o Secretário Gerson.

Confira a baixo a matéria do Jornal Gazeta do Povo com a professora Suely Goretti:

Protagonismo se aprende na escola

No início de 2014, a professora Suely Goretti, da Escola Municipal Frei Tiago Luchese, em Bituruna, participou de uma semana pedagógica e soube mais sobre a alta incidência da Hantavirose no município. O vírus é transmitido pela urina e fezes do rato e os sintomas da doença podem levar à morte. Os dados da Regional de Saúde de União da Vitória, cidade vizinha, revelaram que Bituruna ocupa o segundo lugar no Paraná em ocorrência do problema – dos 15 casos diagnosticados no estado ano passado, 11 foram no município.

A professora viu no tema a oportunidade para aproximar sua turma da tecnologia. No laboratório de informática da universidade anexa à escola, 48 alunos de 10 a 12 anos pesquisaram reportagens veiculadas no site da Gazeta do Povo. “Lidamos com dificuldades de estrutura e conexão no início, mas o entusiasmo e a alegria das crianças sensibilizam qualquer um.” Apenas cinco tinham computador em casa e duas conseguiam acessar a internet.

Além de debater as reportagens, os alunos levavam os textos para compartilhar com os pais. O interesse passou a ser tamanho que, após três meses, Suely facilitou um encontro sobre o tema para as famílias, conduzido por acadêmicos dos cursos de Enfermagem e Agronomia, das Faculdades Integradas do Vale do Iguaçu, de União da Vitória. “Sensibilizamos toda a comunidade.”

Os resultados do trabalho foram além. O contato com o jornal favoreceu a criticidade das crianças. Elas notaram que a lixeira da frente da escola, por ser aberta, deixava sacolas expostas e facilitava a aproximação de ratos. Viram o lixo que se acumulava no parquinho utilizado por eles e o estado precário dos brinquedos incomodou. O contato com “Tio Chico”, funcionário da prefeitura que trabalhava nas proximidades, sensibilizou o setor de obras e, em pouco tempo, a lixeira foi trocada por uma estrutura fechada, cestos chegaram ao parquinho e brinquedos novos ocuparam o lugar dos antigos.

Missão cumprida

Em dezembro, Suely encerrou a carreira. Após 33 anos dedicados ao magistério e mais de vinte à Frei Tiago Luchese, ela vai descansar. “Eles perceberam como mudar a realidade e esta é a maior das recompensas. Soube de alunos que buscaram pequenos serviços para conseguir dinheiro e ir à lan house ler notícias”. Tio Chico continua trabalhando por perto e agora pede para que, ao menos uma vez por semana, as crianças compartilhem com ele uma edição da Gazeta do Povo. “Até comprou óculos novos para ler melhor”, conta Suely, toda feliz, e com razões de sobra para se sentir assim.

Link: http://www.gazetadopovo.com.br/educacao/conteudo.phtml?tl=1&id=1531918&tit=Protagonismo-se-aprende-na-escola


 
Compartilhe:

Prefeitura Municipal de Bituruna 2018. Todos os Direitos Reservados.