02 de Julho - Dia Nacional do Hospital

02 de julho de 2013Texto: Assessoria de ImprensaSecretaria de Saúde e Saneamento

Em 2 de julho comemora-se o Dia Nacional do Hospital, em função da inauguração da Santa Casa de Misericórdia de Santos, em São Paulo, ter ocorrido no mesmo dia no ano de 1944. A data foi criada pelo então Presidente Getúlio Vargas para homenagear todos os profissionais envolvidos no dia a dia de um hospital.  Porém, o Dia Mundial do Hospital foi instituído pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em 14 de julho, com o objetivo de que os assuntos pertinentes à área fossem debatidos anualmente pela sociedade.

A palavra hospital origina-se do latim hospitalis, que significa "ser hospitaleiro", acolhedor.  Pesquisadores afirmam que os primeiros hospitais surgiram no Ceilão em 431 a.C.,  local onde localiza-se hoje o Sri Lanka.  Dois séculos mais tarde, foram construídos na Índia locais para recuperação dos enfermos, mas o tratamento ainda era muito relacionado com o ocultismo e de eficácia duvidosa.

Por volta de 100 a.C. os romanos introduziram na Europa instituições agora mais semelhantes aos hospitais atuais, os chamados “valetudinarium”, destinados à assistência aos feridos em guerra. A partir do século IV, surge aquele que seria o principal modelo para os hospitais modernos, as instituições comandadas pelos sacerdotes e religiosos da época, aproveitando o momento de crescimento do cristianismo. Eram mosteiros que serviam de abrigo para viajantes e pessoas pobres e doentes. Eram tratados através de plantas medicinais colhidas em seus jardins e já possuíam uma espécie de farmácia. Na Idade Média, as ordens religiosas continuaram a liderar a criação de hospitais.

Hospitais no Brasil

O primeiro a ser erguido no país foi a Santa Casa de Misericórdia de Todos os Santos, idealizado pelo explorador português Braz Cubas por volta de 1543, no antigo povoado de Enguaguaçu, hoje cidade de Santos, nome que derivou do hospital. As dificuldades no início eram grandes, pois os médicos não queriam vir trabalhar no Brasil. Com isso, os jesuítas se encarregavam de todo o atendimento, trabalhando como médicos, farmacêuticos e enfermeiros.

Atualmente, os hospitais de maior destaque no Brasil estão em São Paulo, tendo inclusive o maior complexo hospitalar da América Latina, o Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Mas a unidade mais bem equipada do país é da rede privada: o Hospital Israelita Albert Einstein, também em São Paulo, tendo sido preparado para receber pacientes vítimas de acidentes nucleares ou de guerras químicas em seu pronto-socorro.

Hospital São Vicente de Paula

O Hospital São Vicente de Paula foi inaugurado em 31 de Março de 1956 com o nome de Associação Hospitalar São Vicente de Paula. Sempre visando pelo melhor atendimento a saúde da população.

Ilustres pessoas da comunidade contribuíram para com a história do Hospital São Vicente de Paula, sendo assim queremos homenagear estas pessoas:  Giacómo Lopedote, Líbera Rossoni, Maria Ramos, Dr. Serafim Miron Martins, Herminio Leonardi, Farid Abrahão, Clemes Fiorelli, Valdir Luiz Rossoni, Paulo Roberto Geyer, Lari Bogus, Vergilino Rosa Lima, Avelino Roveda, José Menegat, José Benvenutti, Vicente Conte, Germano Sandi, Luiz Angêlo Matiola, Antonio Masiero, Angelo Giuriatti, Pedro Furlan, foram os que começaram a escrever a história e tantos outros marcaram esta maravilhosa trajetória.

Nos dias atuais o Hospital São Vicente de Paula conta com modernas instalações, oferecendo conforto aos pacientes que procuram atendimento. São 43 leitos em clinica médica, cirúrgica, pediátrica e obstetríca (maternidade). Ainda possuí um centro cirúrgico com três salas aonde são realizadas cirurgias gerais, ortopédicas, partos e cesarianas. Conta também com um leito para atendimento semi-intensivo com modernos equipamentos.

As instalações do Hospital São Vicente de Paula oferecem perfeitas condições de atendimento contrastando com a realidade de tantos outros hospitais da rede nacional de saúde que recentemente tem sido alvos de manifestações por situações deploráveis e atendimentos sem quaisquer higienização e respeito com o cidadão.

A equipe do Hospital São Vicente de Paula tem dedicado esforços para atender a todos de forma humanizada e sempre estará pronta a atender as necessidades de todos os munícipes.

Neste dia Nacional do Hospital a Secretaria de Saúde de Bituruna parabeniza a todos os funcionários da saúde do município de Bituruna que fazem a cada dia a história do Hospital São Vicente de Paula, pessoas que se dedicam em prol do próximo afim de sempre ajudar de todas as formas possíveis.
 


 
Compartilhe:

Prefeitura Municipal de Bituruna 2018. Todos os Direitos Reservados.